Bom Jesus do Monte, o Ex-libris da Cidade de Braga

O conjunto arquitetónico do Bom Jesus do Monte, ex-libris da cidade de Braga, é, talvez, o mais majestoso, o mais poético e o mais monumental monte sagrado construído na Europa.

Foto de Luísa Batalha

Para se rumar ao santuário podemos utilizar três vias: a estrada; o escadório e o ascensor. Sobre os flancos da pitoresca montanha está assente o famoso ascensor do Bom Jesus. Ascencor este que sobe um desnível de 116 metros por um plano inclinado de 267 metros.

História do Bom Jesus do Monte

Remontam ao século XIV, as primeiras manifestações humanas no local. Remonta a esta época também a edificação de uma Cruz e a construção de uma pequena ermida dedicada à Santa Cruz. Com a afluência extraordinária de devotos, o templo de reduzidas dimensões, tornara-se agora acanhado. Projetou-se, então, uma nova construção.

Bom Jesus apresenta-se como um santuário de peregrinação, tornando-se no séc. XIX, o maior centro de peregrinação em Portugal. Este monte santo é constituído por uma enorme escadaria, subindo em ziguezague, ligando várias ermidas, construídas em épocas distintas. Esta escadaria é pontilhada de fontes com símbolos astrais e alegóricos, por terreiros onde se congregam várias ermidas, fontes e, no topo, a igreja neoclássica.

Basílica

Foto de Luísa Batalha

O templo atual vem substituir o anterior, demolido em 1788. O altar-mor, construído sobre uma única pedra granítica, representa a cena do Calvário. No eixo central da nave, o programa iconográfico apresenta temas da vida de Jesus. O corpo da igreja de uma só nave, tem dois altares laterais.

A decisão da congregação do culto divino e disciplina dos sacramentos, faculdade atribuída pelo Sumo Pontífice Francisco, dota a Igreja do Bom Jesus do título e dignidade de Basílica Menor. A elevação a Basílica teve lugar no dia 5 de Julho de 2015, em celebração solene.

Foto de Luísa Batalha

Escadório

A partir do pórtico nasce uma majestosa escadaria, um longo escadório em linha quebrada, repartido por vários lanços com patamares.
A longa escadaria do Bom Jesus, desde o Pórtico ao Terreiro de Moisés, vence um desnível de 116 metros, com mais de 500 degraus em granito.

Foto de Luísa Batalha

Funicular

Sendo o primeiro funicular construído na Península Ibérica, é atualmente o mais antigo, em serviço, no mundo a utilizar o sistema de contrapeso de água. O ascensor foi construído com o objetivo de substituir a Companhia de Carris de Ferro Americano (veículos sobre carris puxados por cavalos), que obrigava a uma tração animal reforçada na íngreme subida, em dias de maior afluência.

Foto de Luísa Batalha

O dia 25 de março de 1882 está associado à inauguração do elevador, um exemplar classificado como Imóvel de Interesse Público e que funciona como ícone da engenharia portuguesa do século XIX.

Grutas

Foto de Luísa Batalha

No Bom Jesus várias grutas se encontram para nossa admiração e desfrute: a gruta que remata a grandiosa obra do lago e a gruta artificial num plano superior, construida nos primeiros anos do século XX.

A beleza da gruta parece interminável, a água, submetida aos efeitos do sol, acaba por dar um efeito magnífico.

Adaptado de bomjesus.pt e viajardemochilaascostas.blogspot.pt