Praia do Barril – Uma praia de areias brancas onde se chega de comboio….

A Praia do Barril situa-se sensivelmente a meio da Ilha de Tavira, uma estreita língua de areia fina e branca. No acesso à praia é possível realizar um percurso pedonal sinalizado com seis estações de observação, permitindo contemplar a riqueza ambiental da Ria Formosa.

Praia do Barril – Foto: João Eduardo Pinto

Pelo caminho, que é muito aprazível, vale a pena observar a diversa fauna dos bancos de vaza, especialmente as bocas cava-terra (caranguejo típico destas zonas) que correm a esconder-se nos buracos de lodo à passagem dos veraneantes, e, mais perto da praia, a vegetação dos extensos campos dunares de onde se liberta um cheiro muito característico a caril, oriundo duma pequena planta chamada perpétua-das-areias.

Foto de Andre Ribeirinho@Flickr

O equipamento turístico da praia foi adaptado a partir de uma antiga armação de pesca do atum e no local ainda se pode ver o casario original e alguns objetos da faina, bem como um conjunto de grandes âncoras que se encontram dispostas no espaço envolvente da praia, ajardinado com plantas das dunas.

É necessário atravessar uma estreita ponte pedonal que se eleva sobre um canal da ria e seguir depois a pé ou através de um pequeno comboio que assegura um serviço regular (cerca de 1 km) até ao areal.

O comboio da Praia do Barril

Comboio da Praia do Barril – Foto de Andre Ribeirinho@Flickr

Ligando a Praia do Barril ao continente existe uma pequena ferrovia, que antigamente era utilizada pela frota pesqueira para transportar mercadoria entre a comunidade e a estrada principal. Esta ferrovia foi agora convertida numa atração turística popular, que transporta os visitantes para a praia. A viagem é de apenas 1km e o bilhete de ida e volta tem um custo de cerca de €2.00.

Cemitério das Âncoras

Cemitério de Âncoras – Foto de Toni Castillo Quero@Flickr

Como um memorial dramático do declínio da frota pesqueira de atum as âncoras dos barcos de pesca foram alinhadas ao longo das dunas de areia no limite da praia. Estas âncoras foram utilizadas para manter as redes de pesca em posição e formavam labirintos subaquáticos gigantescos. A função destas era  afunilar os atuns para as redes de captura. O conjunto das âncoras enferrujadas é referido como o Cemitério das Âncoras.

Praia do Barril – Foto de Andre Ribeirinho@Flickr

A praia de areias brancas e mar suave é tão extensa como o comprimento da ilha. Esta praia foi galardoada com bandeira azul, tem vigilância e primeiros socorros com nadador salvador durante a época balnear. Dispõe ainda de uma zona concessionada que permite o aluguer de toldos e espreguiçadeiras. Existe uma zona oficial naturista a 1000 metros a Oeste do fim da concessão da praia do Barril.

Adaptado de cm-tavira.pt